Do feminismo para quem ao feminismo negro

Rúbia Lisboa

Quem tem medo de mães negras? E de blogueiras negras, quem tem? Pois Rúbia Lisboa (@poisesoumae), jornalista, escritora e ativista negra de BH descobriu-se de volta ao lar, despedida em um corte de custos no mínimo suspeito, em plena pandemia do coronavírus. O que ela fez? Voltou a estudar – entre a vida de mãefessora que acompanha as aulas on-line da filha e a briga com a cozinha que não quer ser sua amiga. Do feminismo para quem ao feminismo negro é o relato que surge deste processo. Vencedor da chamada NuaFest 2021, o livro está sendo produzido com apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (@sececrj) , por meio do edital emergencial #retomadaculturalrj, este livro conta a história de uma mulher que encontrou seu caminho refletindo, estudando e agindo sobre as pautas do feminismo negro.

Ficha Técnica

Editora:Nua
Páginas:57
Gênero:Ensaio
Categorias:1. Ensaios brasileiros. 2. Feminismo. 3. Mulheres negras.
Edição:
Lançamento:2021
ISBN:978-65-86353-11-2
Estado de conservação:Novo